Vantagem de usar uma cota contemplada para comprar um imóvel

Não há como negar, sempre é ruim pagar dívidas, então, naturalmente, é lógico pensar que comprar uma casa com dinheiro de uma carta contemplada, ou afundar o máximo possível de dinheiro em sua casa para evitar a enorme dívida associada a um financiamento, é a escolha mais inteligente para sua saúde financeira.

Mas há muito a considerar quando se pensa em comprar uma casa com consórcio vrs. Financiar, afinal esta pode ser uma das maiores decisões a ser tomada em sua vida. 

Aqui estão algumas das principais diferenças entre usar dinheiro de um consórcio ou um financiamento para comprar uma casa que nos da Cotas Premiadas – Carta Contemplada separamos para você.

Usando carta contemplada de consórcio

Pagar com o dinheiro de um consórcio uma casa elimina a necessidade de pagar juros sobre o empréstimo e quaisquer custos de fechamento. Por exemplo, não há taxas de originação de financiamento, taxas de avaliação ou outras taxas cobradas pelos credores para avaliar os compradores.

Pagar com dinheiro também costuma ser mais atraente para os vendedores, isso porque em um mercado competitivo, é provável que um vendedor aceite uma oferta em dinheiro em relação a outras ofertas, porque não precisa se preocupar com a desistência de um comprador devido à negação do financiamento. Uma compra à vista com o dinheiro de uma cota de consórcio também tem a flexibilidade de fechar mais rápido, se desejado, do que uma que envolva empréstimos, o que poderia ser atraente para um vendedor.

Esses benefícios para o vendedor não devem vir sem um preço, já que um comprador em dinheiro pode conseguir a propriedade por um preço mais baixo e receber um tipo de desconto à vista.

Além disso, a casa de um comprador em consórcio não é alavancada, o que permite que o proprietário a venda mais facilmente, mesmo com prejuízo, independentemente das condições do mercado.

Por que os vendedores gostam de vendas com carta contemplada de consórcio

Alguns vendedores escolhem ofertas de compra a dinheiro em vez de ofertas de preço mais alto com financiamento por empréstimo convencional porque sabem que uma oferta em dinheiro com comprovante de fundos enfrenta menos obstáculos e é mais provável que seja fechada.

Mesmo os compradores totalmente qualificados para um empréstimo à habitação podem ser acionados por qualquer uma das múltiplas contingências. As qualificações dos compradores podem mudar após um exame mais aprofundado. Talvez um comprador não tenha sido totalmente empregado na mesma ocupação nos últimos 2 anos, ou as situações financeiras tenham mudado antes do fechamento porque o comprador comprou um carro novo ou foi vítima de roubo de identidade. Se os compradores tiverem o dinheiro de uma carta contemplada a venda, esses problemas em potencial não podem prejudicar a venda.

As vendas à vista também levam menos tempo, os compradores não precisam de 30 ou 45 dias para fechar se não estiverem obtendo um empréstimo. Depois que uma inspeção residencial e outras contingências forem satisfeitas ou liberadas, o fechamento poderá ocorrer em menos de 7 dias.  Um fechamento mais rápido coloca dinheiro no bolso do vendedor antes, também há menos coisas que podem dar errado em um curto período de garantia.

Mas e o financiamento?

Por outro lado, se você não quiser comprar uma carta contemplada de imóvel, a obtenção de financiamento também pode trazer benefícios significativos. Isso porque, mesmo que um comprador possa pagar em dinheiro por uma casa, pode fazer sentido não gastar muito dinheiro para comprar imóveis

Fazer isso pode limitar suas opções se outras necessidades surgirem no futuro, por exemplo, se a casa precisar de grandes reparos ou reformas, pode ser difícil obter um empréstimo  sobre o patrimônio da casa, pois você não sabe como será sua pontuação de crédito no futuro, quanto a casa valerá a pena ou outros fatores que determinam a aprovação do financiamento. 

Vender uma casa comprada com dinheiro também pode ser um problema se os proprietários se esforçarem muito financeiramente para comprá-la. Já que, se os compradores com o dinheiro de consórcio decidir que é hora de vender, eles precisam garantir reservas de dinheiro suficientes para depositar na nova casa.

Resumidamente, os compradores que utilizam consórcio precisam ter certeza de sair para deixar bastante liquidez, mas ao optar por um financiamento, você pode ter mais flexibilidade. 

Pagar em dinheiro também tem implicações fiscais, uma vez que, na maioria dos casos, os pagamentos de juros de financiamento são dedutíveis de impostos. E embora você não deva optar por um financiamento apenas para obter uma dedução, uma obrigação tributária reduzida nunca é prejudicial.

Obviamente, com um financiamento, você acaba pagando mais no geral, uma vez que vem com pagamentos de juros que aumentam com o tempo. Mas, dependendo do estado do mercado de ações, economizar em juros de financiamento pagando em consórcio pode não ser financeiramente prudente. Você poderia economizar menos do que o dinheiro poderia ter ganho se tivesse feito um financiamento e investido o dinheiro que não gastou em sua casa em ações.

A maioria dos estados concede aos consumidores um certo nível de proteção dos credores em relação à sua casa, alguns estados, isentam completamente a casa do alcance de certos credores.  Outros estados estabelecem limites que variam isso significa que, independentemente do valor da casa, os credores não podem forçar sua venda a satisfazer suas reivindicações.

Ter um financiamento não protegerá completamente seu dinheiro, no entanto, se um proprietário deixou os fundos no banco e financiou a casa, um credor judicial poderia penhorar a conta bancária e usar a maioria dos fundos para satisfazer suas reivindicações.

Concluindo

O melhor conselho ao considerar se você paga sua residência com o dinheiro de um consórcio ou faz um financiamento faz mais sentido se você optar pela escolha que oferece maior retorno financeiro. Além disso, pergunte-se o que proporcionará um retorno maior do seu investimento. 

Pagar com o dinheiro de um consórcio pelo preço total de compra de uma casa é semelhante a investir em um título que paga a mesma taxa de juros que você pagaria com um financiamento. Por exemplo, optar por não pagar um financiamento de mais de 30 anos com uma taxa de juros de 5,5% é essencialmente o mesmo que obter um retorno de 5,5% sobre o preço do investimento.

Se você decidir comprar uma casa com um empréstimo, verifique se pode pagar com facilidade o pagamento de principal e juros todos os meses. Se você optar por pagar com o dinheiro de um consórcio, verifique se ainda terá o suficiente para cobrir os custos em andamento, como impostos sobre a propriedade, seguro de proprietário, associação de proprietários, taxas de cartórios e outras taxas todos os meses.

Agora que você já sabe o que é uma carta contemplada de consórcio e algumas das vantagens que comprar sua residência com ela pode trazer é hora de considerar qual opção traz mais benefícios para você, usar a cota ou fazer um financiamento?

Sabemos que esta não é uma decisão fácil, por isso é preciso muita pesquisa e calma para decidir qual das duas opções traz mais vantagens para você em longo prazo. Lembrando ainda que, durante esse período de avaliação, se manter no aluguel pode ser a alternativa mais segura até a tomada da decisão final. Pense bem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *